Páginas

sábado, 10 de junho de 2017

Espíritos que habitam os lares

Presentes no folclore de várias culturas, os “espíritos domésticos” têm personalidade ambivalente: geralmente são do bem, mas viram verdadeiros demônios quando contrariados
10) BOM DE COPO

Quem Clurichaun
Onde Irlanda
Tem fama de beberrão. Talvez porque, entre as suas principais atribuições, esteja a responsabilidade de proteger a adegada residência contra espertinhos que queiram pegar escondido alguma bebida. É um espírito bonzinho, no entanto,se não for bem tratado pela família, azeda os vinhos e toca o terror na moradia. Em alguns contos, é identificado como parente dos leprechauns
9) CARINHA DE BEBÊ

Quem Zashiki-warashi
Onde Japão
Encontrado em lares prósperos, tem aspecto de criança e rosto avermelhado. Gosta de ser bem tratado, porém o zelo excessivo o espanta. Pode assustar os moradores, deixando pegadas ou fazendo barulhos estranhos.Mas geralmente traz sorte e é bondoso. Se deixar a casa, é sinal de que maus tempos virão
8) NÃO PERTURBE

Quem Tomte
Onde Escandinávia
Cuidar dos lares e das famílias de fazendeiros, principalmente à noite, é uma das suas responsabilidades. Apesar de pequeno, possui grande força e é muito orgulhoso. Se for irritado por atos que perturbem o equilíbrio do lar, esse espírito responde prejudicando a família e a sua produção, matando os animais do rebanho ou destruindo as colheitas
7) FISCAL DOMÉSTICO

Quem Domovoi
Onde Rússia e Polônia
Ele não incomodará os residentes a menos que não estejam fazendo bem os seus afazeres domésticos. Aí, o cara começa a pregar peças nas pessoas, movendo objetos de lugar, quebrando pratos e deixando pegadas. Isso pode até evoluir para coisas mais perigosas, como tentar sufocar alguém durante o sono
6) OOOPS, CAIU
Quem Yunwi Dijunsti
Onde América do Norte
Os prazeres desse sujeito das tribos cherokee e iroquois são derrubar pessoas e quebrar objetos em casa. É invisível para nós e diz a lenda que enxergá-lo pode levar à morte. Gêmeos, porém, conseguem vê-lo e até interagir com eles. Embora seja difícil, bruxos podem capturá-lo e fazer com que realize tarefas domésticas. Mas parece que ele é tão arredio que muitos preferem libertá-lo depois de um tempo
5) ANTISSOCIAL

Quem Urisk
Onde Escócia
Trata-se de uma pequena fada – parte homem, parte bode. A criatura costuma viver em quedas-d’água e é pouco sociável. Na época da colheita, entretanto, se aproxima de propriedades rurais para ajudar fazendeiros em seus afazeres. Apesar de não ser maligno, o Urisk pode aterrorizar pessoas que estiverem caminhando distraídas em lugares desertos
4) ACORDA, BROTHER

Quem Boggart
Onde Escócia
Atrapalhar o sono dos outros é o passatempo preferido dele. A criatura costuma rondar as camas e passar as mãos suadas no rosto das pessoas ou puxar os cobertores e as orelhas. Para evitar a visita de um espírito desses, deve-se colocar uma ferradura na porta do quarto. Mas cuidado: se pronunciar seu nome, ele nunca mais partirá
3) LARÁPIO

Quem Aitvaras
Onde Lituânia
Este ser aparece como um galo com calda flamejante ou um dragão. Pode surgir de um ovo fertilizado por um velho galo ou, se for comprado do diabo, custará uma pequena bagatela: a própria alma do comprador! Ele traz grãos, dinheiro e leite para a família.O único problema é que, geralmente, são itens que foram roubados das residências vizinhas
2) METAMORFO

Quem Pooka
Onde Irlanda
Dizem que ele pode mudar de forma – transfomando-se em cavalo, cachorro, coelho ou goblin – para assustar e enganar as pessoas para que caiam em armadilhas.Independentemente da forma, sua cor é quase negra. É associado à vida na fazenda. Em alguns contos, fazendeiros deixam parte de suas colheitas no pé para não atrair a ira desse espírito. Não é bem-vindo aos lares dos agricultores
1) MENSAGEIRA DA MORTE

Quem Banshee
Onde Irlanda
Esta criatura é representada por uma mulher velha, com roupas cinzentas e cabelos brancos e desgrenhados. Pode aparecer também como uma bela dama. Reza a lenda que ela surge quando alguém está prestes a morrer. Nessa hora, seu lamento pode ser ouvido nas proximidades. A lenda também diz que ela se apega a famílias específicas, habitando sua casa e aparecendo sempre que um dos familiares está à beira da morte. Até mesmo quando o falecimento acontece longe do lar do morto, o lamento da Banshee é a primeira coisa que os parentes recebem como notícia

terça-feira, 28 de março de 2017

Samhain - um Sabá de Morte

Samhain, um dos quatro Grandes Festivais das Bruxas e um Sabá Maior, é celebrado sempre na véspera, ou seja, na véspera de maio (no H.Sul é na passagem da noite de 30 de abril para 1°de maio) e na véspera de novembro (no H.Norte é na passagem da noite de 31 de outubro para 1°de novembro).
Levando em consideração as mudanças das estações, este Sabá marca o fim do Outono e o início do Inverno. Para os Celtas, o ano era dividido em Inverno (Metade Escura ; Fase Decrescente) e Verão (Fase Clara ; Fase Crescente ; Fertilidade). Para eles, Samhain marcava o início do Inverno e Beltane marcava o início do Verão.

Na Roda do Ano, a fase decrescente e minguante começa logo após o Solstício de Verão (Litha) e se consolida mais ainda após o Equinócio de Outono - é o Inverno, a estação mais penosa do ano, se aproximando. O poder do Sol - seu calor, luz e força fertilizadora - diminui gradativamente e a Natureza sofre seus efeitos. Com isso, Samhain é um Sabá de Morte - dentro da nossa visão, o Sol "perde" suas forças e a Natureza entra em um período de certa dormência. Para os povos antigos, este era um momento de grandes dúvidas, medos e incertezas, afinal, eles não sabiam se sobreviveriam aos rigores do Inverno.

Desta mesma forma, temos na Roda do Ano - um Ciclo de Vida, Morte e Re-Nascimento - a "Morte" do Deus de Chifres (a perda de suas forças) e assim, Ele vai para o Submundo entronizar como o Deus da Morte e do Mundo Inferior.
Para os Wicca, esta não é uma época de tristeza ou de lamentações. Entendemos que a Morte faz parte da Vida e uma não existe sem a outra - é um Ciclo perfeito e ininterrupto que é muito bem representado através da Roda do Ano. Se não existem motivos para tristezas, aproveitamos para homenagear nossos mortos e lembrar daqueles que já se foram - geralmente, arrumamos um altar com fotos, flores, objetos e as comidas preferidas dos nossos entes queridos.
Lembrem-se que Samhain, mesmo sendo um Sabá de Morte, celebra mais uma fase do eterno Ciclo de Vida, Morte e Re-Nascimento. Por isso, por ser uma grande celebração, os Wica não se entristecem ou se lamentam, mas se regozijam.
Um ótimo Samhain para todos e que saibam observar atentamente mais uma mudança na Natureza.

sábado, 10 de dezembro de 2016

Barbatos

O oitavo espírito é Barbatos. É um grande duque; aparece quando o sol está em Sagitário, com quatro reis nobres e as suas companhias de tropas. Ele da compreensão da língua do canto dos pássaros, e das vozes de outras criaturas, tais como o ladrar dos cães. Ele quebra encantamentos que os magistas arrogam sobre tesouros escondidos. É da ordem das Virtudes, onde misteriosamente ele ainda permanece; e ele conhece todas as coisas passadas, e por vir, e concede amizades poderosas. Ele comanda 30 legiões de espíritos.

DESCRIÇÃO

Zodiaco: 5 .-9. graus de Touro Abr 25 .-29. Tarot: 5 de Pentacles Cor das Velas: Preto Planta: Ground Ivy Planeta: Venus Metal: Cobre Elemento da Terra Rank: DUQUE
Barbatos é um Demônio do Dia. Ele governa 30 legiões de espíritos e é da Ordem das Virtudes Barbatos prefere aparecer quando o Sol está em Sagitário Barbatos ensina todas as ciências. Ele revela tesouros ocultos por magia, e fortalece o futuro, discerne o passado, reconcilia amigos, e traz qualquer duas pessoas juntas na amizade. Ele assegura a boa vontade de todos aqueles que estão em posições de poder. Ele suaviza a todos os mal-entendidos e acalma sentimentos feridos. Ele dá a capacidade de compreender e se comunicar com os animais
Ele tem cabelos loiros e longos e brilhantes asas brancas. Ele é muito bem feito e sua pele é bronzeada.

sábado, 3 de dezembro de 2016

Amon

O sétimo espírito é Amon. É um Marques de grande potência, um demonio do dia. Pode aparecer como um lobo com a cauda de uma serpente, vomitando chamas de fogo; mas no comando do mágico toma na forma de um homem com traços caninos e cabeça de um corvo; e também como um homem com uma cabeça de corvo ou coruja. Ele mostrará todas as coisas passadas e futuras. Ele reconcilia amizades entre amigos e inimigos além de adquirir e provocar o amor. Ele governa 40 legiões de espíritos.
"AMON" é o egípcio DEUS AMON RA aka Merodach e da Babilónia Deus "Marduk"

DESCRIÇÃO

• Posição: 0-4 graus de Touro • 20.-24. Abr. • Tarot Card: 5 de Pentacles • Velas: vermelho ou dourada * • Planta: erva-moura • Planeta: Sol * • Metal: Ouro * • Animal: Leão * • Elemento de: Fogo e Ar * • Rank: Príncipe * • Amon rege sobre a Região Oeste do Inferno

sábado, 26 de novembro de 2016

Valefor

O sexto espírito é Valefor, Valefar ou Malephar. É um duque poderoso, e aparece na forma de um leão com cabeça de burro, gritando. É um espírito familiar bom, mas eventualmente rouba. Valefor é um Demônio do Dia e rege 10 legiões de espíritos, é um perito em medicina oculta, e é capaz de curar todos e quaisquer males magicamente. Ele dá destreza com as mãos e faz a mente afiada. Ele pode mudar os homens em animais e ensina a forma de roubar. Seu selo deve ser preparado, sendo o espírito familiar ou não.

DESCRIÇÃO

Zodíaco: 25-29 graus de Áries Abr. 15.-19. Tarot: 4 de Barras Planeta: Júpiter Vela: Rosa Planta: Dandelion Metal: Estanho Elemento: Fogo Rank: Duque


sábado, 19 de novembro de 2016

Marbas

Marbas ou Barbas é o quinto espírito da Goetia. É um grande Presidente que se manifesta primeiramente sob a forma de um grande leão, mas mais tarde, no pedido do mestre, ele toma forma humana. Ele responde corretamente todas as perguntas sobre coisas escondidas ou secretas. Ele cura e causa doenças. Por outro lado, concede grande sabedoria e conhecimento em Artes Mecânicas; e pode mudar a forma dos homens. Ele governa 36 legiões dos espíritos.

DESCRIÇÃO

• Zodiaco: 20-24 graus de Áries • 9.-14. Abr. • Carta Tarô: 4 de Barras • Planeta: Júpiter • Metal: Estanho • Elemento: Fogo • Vela cor: Amarelo • Planta: Chickorya • Rank: Presidente

sábado, 12 de novembro de 2016

Samigina

O quarto espírito é Samigina ou Gamigin, um Grande Marques. Aparece na forma de um cavalo ou de um burro pequeno, e toma ao pedido do mestre a aparência humana. Ele fala com uma voz rouca. Ele governa sobre 30 legiões inferiores. Ensina todas as ciências liberais, e transmite conhecimento sobre as Almas que morreram no esquecimento. Uma outra grafia é Gamygn.

DESCRIÇÃO

• Posição Zodíaca: 15-19 graus de Áries • 4.-8. Abr. • Carta do Taro: 3 de Barras • Planeta: Sol • Metal: Ouro • Elemento: Fogo • Cor das Velas: Preto • Planta: Juniper • Rank: Marquês
Selo Samigina